estradas perdidas

Atrás de casa, encoberta por tufos de erva daninha, silvas e bidões abandonados, o comboio de janelas iluminadas vinha das Quintãs e silvou depois do túnel em curva, em direcção a Aveiro. Ali ao lado há uma estrada, a minha primeira estrada. Mulheres e homens cruzam-na impelindo teimosamente os pedais das bicicletas. Junto à vitrine de um pronto-a-vestir lê-se "Modas Katita". De uma taberna, saem dois homens que se dirigem para duas Famel-Zundapp. Estrada perdida.

2006-01-22

Portugal Maior ou a demagogia barata do Martin Luther King da direita portuguesa

"I have a dream"

"Encerramos um longo ciclo eleitoral. Cabe agora a todos deitar as mãos à obra(...) "com a união de esforços, será possível ultrapassar a crise." (...) O lema que escolhi para a minha campanha foi 'Fazer um Portugal Maior'. E esse é o meu sonho".
Cavaco Silva e o seu Portugal Maior, as suas bandeiras de Portugal e a mobilização habitual ao som do hino. Que falta de paciência...

2 Comments:

  • At 2:02 da manhã, Blogger Sílvia said…

    Pois, eles dizem que nós engolimos sapos, mas eles é que demontram não saber perder.
    Deixaram uma série de mensagens anónimas no meu blog só porque não gostaram dos meus comentários ao Professor nem da foto de boca aberta. Haja paciência!

     
  • At 12:43 da tarde, Blogger raiugA odraciR said…

    Cavaco! Cavaco! Cavaco!

     

Enviar um comentário

<< Home