estradas perdidas

Atrás de casa, encoberta por tufos de erva daninha, silvas e bidões abandonados, o comboio de janelas iluminadas vinha das Quintãs e silvou depois do túnel em curva, em direcção a Aveiro. Ali ao lado há uma estrada, a minha primeira estrada. Mulheres e homens cruzam-na impelindo teimosamente os pedais das bicicletas. Junto à vitrine de um pronto-a-vestir lê-se "Modas Katita". De uma taberna, saem dois homens que se dirigem para duas Famel-Zundapp. Estrada perdida.

2005-10-26

2000

Já morreram dois mil militares norte-americanos no Iraque desde que começou a intervenção armada que tinha como objectivo destruir as armas de destruição maciça do ditador Sadam Hussein e democratizar o país.

4 Comments:

  • At 1:11 da manhã, Blogger Fátima said…

    Vidas humanas nada valem para os Estados Unidos...o Petróleo tem maior valor...lamentavelmente!

     
  • At 8:13 da tarde, Blogger Luís said…

    É o preço da insanidade mental do Bush e da administração que o acompanha. E é também a incompreensível ignorância do povo americano que o elegeu de novo. Fazem lembrar as nossas últimas eleições…
    O seu blog já está nos meus favoritos e pela utilidade será uma visita diária.
    1 abraço e continue

     
  • At 8:38 da tarde, Blogger NUNO FERREIRA said…

    Obrigado Luís. Vou linkar o seu blog também.

     
  • At 4:56 da manhã, Blogger Mary wants a little Lamb said…

    É a ignorância, Nuno! A ignorância!

     

Enviar um comentário

<< Home