estradas perdidas

Atrás de casa, encoberta por tufos de erva daninha, silvas e bidões abandonados, o comboio de janelas iluminadas vinha das Quintãs e silvou depois do túnel em curva, em direcção a Aveiro. Ali ao lado há uma estrada, a minha primeira estrada. Mulheres e homens cruzam-na impelindo teimosamente os pedais das bicicletas. Junto à vitrine de um pronto-a-vestir lê-se "Modas Katita". De uma taberna, saem dois homens que se dirigem para duas Famel-Zundapp. Estrada perdida.

2006-06-05

El campéon

puerto natales
Puerto Natales, Chile

Um dia vou voar sobre as montanhas nevadas e mágicas dos Andes que me cercam e encurralam e vou jogar no Colo Colo e ser uma estrela e terei Santiago a meus pés e uma casa nas colinas e uma namorada apresentadora da televisão e um olheiro do Real Madrid vai me a ver na ESPN e dizer: " este chico es o que precisamos". E um dia volto e compro ao pai a casa que sempre sonhou em frente ao lago com vista para as montanhas e levo a mamazita a Madrid e Paris e Londres e quien sabe Buenos Aires, Caracas, Miami, Los Angeles. Mama mia, tanto suenos, tanta loucura, que se pasa con usted Antonio?

1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home