estradas perdidas

Atrás de casa, encoberta por tufos de erva daninha, silvas e bidões abandonados, o comboio de janelas iluminadas vinha das Quintãs e silvou depois do túnel em curva, em direcção a Aveiro. Ali ao lado há uma estrada, a minha primeira estrada. Mulheres e homens cruzam-na impelindo teimosamente os pedais das bicicletas. Junto à vitrine de um pronto-a-vestir lê-se "Modas Katita". De uma taberna, saem dois homens que se dirigem para duas Famel-Zundapp. Estrada perdida.

2006-01-29

BENFICA-1-SPORTING-3

getimage[3]
Oh man, é nestas ocasiões que se testa a fibra dos campeões e... dos adeptos. O meu filho mais novo comentava tristemente a falta de crença daqueles adeptos que já iam abandonando a Luz a dez minutos do fim. A tareia que levámos ontem só pode ter uma resposta: Levantar do chão, limpar as feridas e voltar a ganhar o mais depressa possível. Parabéns ao Sporting e aos meus amigos sportinguistas. Não pensem que nos abateram. No próximo fim de semana vão ter de contar connosco. E porque? "Ninguém pára o Benfica, oléooohhh..."

2 Comments:

  • At 6:32 da tarde, Anonymous dexter said…

    hahahahahahahhahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

     
  • At 7:00 da tarde, Blogger Antonio Miguel Matos said…

    Ola meu caro amigo Nuno.
    Aqui ontem foi mau demais para voces. Eu tive uma jantarada com amigos meus lampiões. Ehehe

    Mas deixa la, se for preciso para a semana os leoes perdem com algum "mija na escada"...

    Saudações leoninas

     

Enviar um comentário

<< Home